acheilondres.com

Dicas úteis



A busca por um cantinho para morar em Londres é um dos maiores problemas de quem se muda para a capital britânica. Além do custo de vida na cidade ser considerado uns dos mais altos do mundo existem grandes chances de que você tenha que dividir uma casa ou flat com outras pessoas. O que pode ser uma experiência interessante ou um verdadeiro pesadelo dependendo da sua capacidade de adaptação e das diversas personalidades morando sob o mesmo teto. 
Em geral a acomodação é paga semanalmente e na maioria exigem um depósito mínimo para que você possa se mudar, não hesite em tirar suas dúvidas para evitar surpresas.

 

 

Veja as alternativas de moradia:

 

Bed & Breakfasts (B&B) 
São hotéis que oferecem pernoite com café-da-manhã. Perfeitos para quem vai passar uma curta temporada. Entretanto deve-se estar atento e conferir se a pernoite pode ser renovada automaticamente ou se você terá que sair de manhã com a bagagem e refazer o check-in à tarde!

 

Albergue (Hostel)
Para a galera mais aventureira. Com preços atrativos e a oportunidade de conhecer gente nova de todos os cantos do mundo, os hostels são uma boa opção também para quem acabou de chegar a Londres e precisa de uma base para se estabelecer na cidade, como um ponto de partida.

 

Pelas escolas (Homestays/Share Accomodations)
Algumas escolas oferecem opções de acomodação. Informe-se antes para não ter uma surpresa desagradável caso a sua não disponibilize o serviço.

 

Homestays/Host Famílias
Para menores de 18 anos ou brasileiros que se sintam mais seguros convivendo na rotina de uma família, sem dúvida a homestay é a opção mais recomendável. Neste tipo de acomodação, o estudante convive com uma família e tem direito a um quarto individual, além de geralmente ter direito a meia-pensão, ou seja, café da manhã e jantar. 
É uma maneira interessante de conviver e conhecer a cultura do país já que a família, muitas vezes o inclui em seus programas e atividades alem de ser uma excelente forma de vivenciar o estilo de vida e costumes ingleses. Ideal para quem não tem problemas de convivência e esta focado em aprender o idioma, já que é forçado a falar a língua corrente.

 

Share Accomodations
É uma espécie de república, onde o estudante divide o quarto ou um apartamento com outros estudantes. É uma boa oportunidade para que o estudante aprenda a lidar com gastos, como contas de telefone e luz, além de cuidar dos serviços da casa e conviver com pessoas de diferentes culturas. 

A busca por um cantinho para morar em Londres é um dos maiores problemas de quem se muda para a capital britânica. Além do custo de vida na cidade ser considerado uns dos mais altos do mundo existem grandes chances de que você tenha que dividir uma casa ou flat com outras pessoas. O que pode ser uma experiência interessante ou um verdadeiro pesadelo dependendo da sua capacidade de adaptação e das diversas personalidades morando sob o mesmo teto. 
Em geral a acomodação é paga semanalmente e na maioria exigem um depósito mínimo para que você possa se mudar, não hesite em tirar suas dúvidas para evitar surpresas.

 

 

Veja as alternativas de moradia:

 

Bed & Breakfasts (B&B) 
São hotéis que oferecem pernoite com café-da-manhã. Perfeitos para quem vai passar uma curta temporada. Entretanto deve-se estar atento e conferir se a pernoite pode ser renovada automaticamente ou se você terá que sair de manhã com a bagagem e refazer o check-in à tarde!

 

Albergue (Hostel)
Para a galera mais aventureira. Com preços atrativos e a oportunidade de conhecer gente nova de todos os cantos do mundo, os hostels são uma boa opção também para quem acabou de chegar a Londres e precisa de uma base para se estabelecer na cidade, como um ponto de partida.

 

Pelas escolas (Homestays/Share Accomodations)
Algumas escolas oferecem opções de acomodação. Informe-se antes para não ter uma surpresa desagradável caso a sua não disponibilize o serviço.

 

Homestays/Host Famílias
Para menores de 18 anos ou brasileiros que se sintam mais seguros convivendo na rotina de uma família, sem dúvida a homestay é a opção mais recomendável. Neste tipo de acomodação, o estudante convive com uma família e tem direito a um quarto individual, além de geralmente ter direito a meia-pensão, ou seja, café da manhã e jantar. 
É uma maneira interessante de conviver e conhecer a cultura do país já que a família, muitas vezes o inclui em seus programas e atividades alem de ser uma excelente forma de vivenciar o estilo de vida e costumes ingleses. Ideal para quem não tem problemas de convivência e esta focado em aprender o idioma, já que é forçado a falar a língua corrente.

 

Share Accomodations
É uma espécie de república, onde o estudante divide o quarto ou um apartamento com outros estudantes. É uma boa oportunidade para que o estudante aprenda a lidar com gastos, como contas de telefone e luz, além de cuidar dos serviços da casa e conviver com pessoas de diferentes culturas. 

Essa é uma das opções mais utilizadas pela galera que vem de outros países para estudar ou trabalhar em Londres. Geralmente a pessoa aluga uma vaga ou um quarto na casa, administradas por um responsável (Landlord ou Landlady).

 

As regras de convivência nessas casas compartilhadas variam de casa para casa e de acordo com as pessoas que moram nela. Não hesite em perguntar tudo o que você queira saber antes de se mudar e escolha com MUITO cuidado. Dividir uma casa com estranhos pode ser bastante estressante, mas vale usar o bom senso e resolver desentendimentos da maneira mais diplomática possível.

 

Por isso, uma grande dica é procurar saber como é o sistema de limpeza da casa antes de se mudar. Geralmente os próprios moradores organizam um sistema de rodízio onde cada um fica encarregado das tarefas durante uma semana.

 

Também vale ficar atento ao fato da casa oferecer ou não as contas inclusas no valor do aluguel (água, gás, luz, etc.) já que existem casos em que estas são pagas à parte. Daí a preocupação de se saber (com antecedência!) como será o esquema da casa em que você alugará a vaga, para não ser pego desprevenido.

 

Bedsit 
Onde você divide um quarto da casa com quatro ou até mais pessoas. (Cozinha e banheiro divididos por todos da casa)

 

Quarto Duplo (double bedroom)
Onde você divide um quarto da casa com mais uma pessoa. Cozinha e banheiro divididos.

 

Quarto Single (single bedroom)
Onde você tem seu próprio quarto na casa. Cozinha e banheiro divididos.

 

Achei Aqui:

www.gumtree.com

www.loot.com/property

www.FindaProperty.com

www.accommodationforstudents.com

A má notícia é que o preço dos imóveis em Londres é bem mais alto que no Brasil e que não é possível financiar o valor integral do imóvel

A boa é que se você puder pagar 10% do valor total do imóvel e dividir o resto em 25 anos. Existem diversas opções de financiamento junto aos bancos e vale marcar uma consulta com o seu gerente para discutir a melhor para você.


Outro problema para os brasileiros que querem investir em imóveis no Reino Unido são as restrições legais. Para conseguir financiamento e assinar contratos, a pessoa precisa ter residência permanente no país ou cidadania de algum pais pertencente a União Européia.

\"\"

*Pergunte se as contas estão incluídas ou em caso contrario quanto você precisará disponibilizar. Informe-se sobre as regras de limpeza da casa e esteja atento ao estilo de vida dos seus futuros flatmates para evitar sentir-se um peixe fora d’água em sua própria casa.   

*Procure saber sobre o sistema de calefação (aquecimento) da casa, já que em algumas o aquecedor só é ligado à noite durante o inverno, o que significa que você passará boa parte da noite de sono 'tentando' se aquecer.

*Outro fator que também tira o sono dos brasileiros é o Bedbug. É um pequeno parasita da família do percevejo que mora em colchões, sofás, tapetes e edredons. É importante lembrar que levar móveis achados na pra casa éum risco. Como o bedbug é minúsculo e rápido na prociração, você vai precisar de  profissional para acabar com a infestação. Você pode pedir que a imobiliária faça a dedetização. Já existem empresas  de brasileiros que prestam esse serviço.

*Procure saber sobre o sistema de utensílios pessoais dentro da casa tais como: travesseiro, cobertor, talheres, panelas, etc.

*Pergunte onde fica a estação de metro mais próxima e que linhas de trem ou de ônibus você pode utilizar. O siteGoogle Maps é uma das ferramentas maravilhosas da Internet para saber mais ou menos a distância entre um ponto de referência, que pode ser sua casa e outro, como a estação mais próxima.

Se você está vindo para morar e trabalhar um bom tempo em Londres, deseja um endereço fixo, não se importa em 'pagar o preço' de morar sozinho e ter seu próprio canto, alugar uma casa ou apartamento é uma opção. Existem inúmeras agências imobiliárias que podem auxiliá-lo. O site www.findaproperty.com é recomendável. O contrato com a imobiliária (Estate Agents) é de seis ou 12 meses.

 

Uma dica importante é certificar-se se o imóvel será mobiliado ou não (furnished ou unfurnished) dependendo de suas necessidades e já que isso terá influência direta sobre o valor do aluguel do imóvel.

 

Studio Flat 

O equivalente a alugar um pequeno apartamento dentro de uma grande casa onde quarto e sala são um único cômodo, cozinha e banheiro - que pode ser ou não compartilhado com o resto da casa – ou seja, outros flats.

 

Casa 

Uma casa comum, podendo ser de um ou mais quartos (dependendo de seu objetivo), banheiro, cozinha e sala. Em alguns casos até mesmo um jardim e/ou garagem.

 

Documentação exigida

Passaporte
Comprovante de renda
Referência profissional (alguém que confirme seu vínculo de trabalho)
Conta bancária

 

Geralmente é exigido um depósito de um ou dois meses além da taxa da Imobiliária (Estate Agent). 


Compartilhar essas dicas