acheilondres.com

Responsive image Estilo de Vida

Detox, mito ou realidade?

Detox, mito ou realidade?

A cada dia surgem novas teorias de como fazer "DETOX" do organismo, dentre elas, dietas, sucos, fórmulas mágicas e pílulas. Pois bem, esse assunto que gera grande polêmica, porém acredito que todo profissional deve se basear em evidências, estar sempre em busca de conhecimento científico da sua área. A teoria do Detox se baseia na eliminação de toxinas que fazem com que o metabolismo fique lento, sendo assim "seus problemas acabariam" se essas toxinas fossem eliminadas para "balancear" o organismo.

Vou explicar melhor: TODOS OS DIAS um ser humano saudável produz uma quantidade x de radicais livres (possíveis causadores de doenças), pelo simples fato de respirarmos! Sim pois a geração de radicais livres é resultado do metabolismo de todas células de nosso organismo, proveniente da respiração celular (do oxigênio que entra na célula) é como respirar, quando expiramos colocamos gás carbônico para fora dos pulmões, um resultado da nossa utilização de oxigênio. Assim faz a célula que utiliza oxigênio e tem como produtos dessa utilização os radicias livres ou espécies reativas de oxigênio.

INEVITÁVEL, NÃO ADIANTA TRANCAR A RESPIRAÇÃO!

Mas ao passo que são gerados os radicais livres o nosso organismo também tem uma LINHA DE DEFESA, os antioxidantes que aplacam essa geração de radicais livres. Temos antioxidantes endógenos (produzidos pelo proprio organismo) e exógenos (que dependem de algum nutriente ou substância para serem formados).

São sobre estes pilares que se embasam as teorias detox, eles afirmam que adequando ou fornecendo quantidades maiores ou ideais de nutrientes, vitaminas e minerais o organismo não vai gerar radicais livres ou teremos um melhor sistema antioxidante.

A verdade é que não adianta NADA fornecer quantidades de nutrientes acima das RDI'S (recomendações diárias) pois diversos estudos apontam que o organismo simplesmente "descarta" vitaminas e minerais em excesso e pode inclusive gerar mais radicias livres. É o caso da vitamina C, que tem efeito pró oxidante (produz radicais livres) quando em grandes quantidades.

O fato é que se deve evitar as CAUSAS da geração de radicais livres (toxinas) em excesso como: fumo, uso de álcool, exposição indiscriminada e irresponsável ao sol, stress, alimentação rica em frituras, gordura saturada, doces demais, exercícios menos de 3x por semana (aumentam a geração de radicais livres pois não permitem tempo para o condicionamento físico, ou seja, o organismo precisa de tempo para se adaptar por isso PRECISA SER 3x por semana. Se vai ser atleta de fim de semana é melhor ficar em casa dormindo) 
Não vá querer fazer tudo isso e depois tentar amenizar com suco detox e dietas restritivas, isso só vai piorar.
O melhor é: ALIMENTAÇÃO saudável (prato colorido), boas noites de sono, adequada ingesta de água e diminuir o ritmo.

Carolina Capellari Simon

Compartilhe:

Nutricionista Carolina Capellari Simon

Nutricionista clínica , especialista em Pediatria Geral e Obstetrícia pelo HCPA (Hospital de Clínicas de Porto Alegre/RS/BR) e pós-graduada em Gestão em Saúde Pública pelo Centro Universitário da Grande Dourados. O perfil humanizado para tratar os pacientes é resultado de uma forte vivência profissional em saúde coletiva e de uma paixão pela saúde pública. +44 (0) 7756 988135

Noticias relacionadas