acheilondres.com

Responsive image Londres

Ocupações dos brasileiros em Londres

Ocupações dos brasileiros em Londres

Os brasileiros que procuram um emprego em Londres e imigram em busca de juntar dinheiro já percebem os desafios que deverão enfrentar pelo caminho. Em primeiro lugar é a língua, não falar inglês pode ser um dos problemas na hora de encontrar um trabalho em Londres. Porém, como toda regra tem sua exceção é sabido que, muitos dos brasileiros que moram por aqui não falam inglês ou falam pouco da língua.

 

A língua impede de comunicar-se com as outras pessoas mas não é o impeditivo para se conseguir um trabalho comum em Londres. Com o mercado aquecido e o crescente número de pessoas que vivem na capital e turistas, todos os dias encontram-se vagas para trabalhos em Londres.

 

Os trabalhos mais comuns para brasileiros são os de prestação de serviços, assim como acontece para os demais imigrantes. Serviços de hotel, bar, cozinha e restaurante são os mais comuns de encontrarem por aqui. Com o mercado voltado para o turismo e com uma população grande na capital, a maioria dos brasileiros trabalham nessas áreas.

 

Outro setor em que os brasileiros costumam trabalhar em Londres é o de entrega de comida. Diversas empresas contratam candidatos por hora de trabalho para serviços de entrega de comida, em destaque para a maior empresa da europa, a deliveroo, que tem contratado um número incontável de brasileiros para o seu quadro. Entretanto isso só acontece com aqueles que têm sua documentação de trabalho regularizada.

 

Além destes, o setor de construção civil contrata muitos ajudantes para diversas funções. O trabalho geralmente exige preparação do candidato que deverá realizar serviços manuais para empresas do ramo. Encontram-se muitos brasileiros também trabalhando como babá e cuidadoras de crianças. Os demais brasileiros desempenham outros serviços, que inclui os trabalhos com mão de obra especializada e funções de mercado mais diversificado.

 

Foto: The Guardian

Compartilhe:

Fabia Nishiuchi

Formada em comunicação, residente na terra da rainha a oito anos, tornei a troca de idéias e concepções entre as pessoas um estilo de vida, o qual, como resultado, se tornou um trabalho. Um trabalho que amo.

Noticias relacionadas